terça-feira, 3 de julho de 2012

Crônicas de Tumor (D2)


SOPA DA RAINHA
    
 Menos uma sessão de quimioterapia se foi. Hoje estou bem, mais disposto e não vomitei como ontem. Consegui trabalhar a tarde e me ocupar com a mente, deixando um pouco o restante do corpo de lado e focando no exercício intelectual. Contudo, sempre se lembrando da alimentação e tomando bastante água. Essencial para minha recuperação, pois um dos medicamentos pode me causar insuficiência renal. A garrafinha de água tem se tornado minha companheira.

     Hoje recebi as mesmas doses de ontem com um medicamento a mais que durou cerca de meia hora. Durante toda a manhã observei pacientes e acompanhantes entrando e saindo de seus tratamentos. Uns já carecas e pálidos outros fortes e corados como se nada estivesse acontecendo, outros com os olhos esbugalhados ao ver tantas pessoas e mangueiras conectadas a elas, outras sozinhas sem nenhum acompanhante. O que para mim e minha esposa é um descaso da família, pois percebemos que sim, eles têm familiares, ainda mais por se tratarem de pessoas idosas. 

     No caso de hoje uma senhora que começou sua quimioterapia foi perguntada pela enfermeira quem a estava acompanhando e ela respondeu que um vizinho a tinha levado ao hospital. Indignada a enfermeira exclamou: “Vizinho, cada a sua família”. A senhora apenas silenciou.  Uma pena para a importância de tal tratamento, pois quem ajudou esta senhora a ir ao banheiro foi a minha esposa.

     Contudo, a vida continua, amanhã mais um dia pela frente e mais idas e vindas ao banheiro. Culpa de muito soro e água. Assim vou em contagem regressiva para o fim do tratamento. Faltam só treze. O cabelo continua firme e forte e acima de tudo a vontade de seguir de cabeça erguida. Guerreiro de fé. 

     Quero destacar o trabalho do pessoal do setor de oncologia do Hospital São José. Fiquei empolgado com o atendimento. Ao chegar hoje minha cama já estava marcada com meu nome e a medicação não precisei esperar mais do que cinco minutos para aplicar. Todas as enfermeiras sempre solicitas e com um sorriso no rosto, mesmo com tantos pacientes a serem atendidos. Tenho que destacar ainda o meu melhor remédio nestes dois dias de quimio. Minha esposa, mulher guerreira e de um caráter incomparável. Sempre ao meu lado e disposta a tudo pela minha melhora. Te amo minha rainha!

Um comentário:

Douglas Motta Erkmann disse...

Parabéns pelo Blog Rafa.. Tudo de bom ai.. muita força. Vai dar tudo certo irmão. Abraço